TETO passará a atuar no Ceará se for premiada pela Fundação Banco do Brasil
TETO passará a atuar no Ceará se for premiada pela Fundação Banco do Brasil
Justiça condena ex-prefeita de Boa Viagem a mais de 4 anos de detenção por ultrapassar os limites de gastos com folha de pagamento
Justiça condena ex-prefeita de Boa Viagem a mais de 4 anos de detenção por ultrapassar os limites de gastos com folha de pagamento
Município de Icó fica entre as 30 cidades com possibilidade de consumo bilionário em 2024
Município de Icó fica entre as 30 cidades com possibilidade de consumo bilionário em 2024
Prefeitura de Canindé fortalece parceria com Zoológico São Francisco para ampliar Rede de Proteção Animal
Prefeitura de Canindé fortalece parceria com Zoológico São Francisco para ampliar Rede de Proteção Animal
Prefeitura de Quixadá inicia pavimentação da Rua Basílio Emiliano Pinto, na tarde desta segunda (10)
Prefeitura de Quixadá inicia pavimentação da Rua Basílio Emiliano Pinto, na tarde desta segunda (10)
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
previous arrow
next arrow
Notícias

Ministério Público vai investigar disponibilidade de água potável e de esgotamento sanitário nas escolas públicas de Arneiroz

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça Vinculada de Arneiroz, instaurou, nessa terça-feira (03/10), procedimento administrativo para acompanhar, investigar e fiscalizar o fornecimento de água potável, a disponibilidade de esgotamento sanitário e a estrutura de banheiros nas escolas públicas do município. A finalidade da recomendação, expedida pelo promotor de Justiça Alan Moitinho, é garantir, no ambiente escolar, que a oferta dos serviços seja adequada, salubre e segura nas unidades de ensino municipais e estaduais de Arneiroz.

Em razão disso, o órgão ministerial solicitou à Secretaria Municipal de Educação e à Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede 15) uma série de informações sobre a questão, tais como: periodicidade e forma de abastecimento de água nas escolas; justificativas e estratégias utilizadas pelas unidades de ensino onde há problema de abastecimento; dados sobre uso de caminhão-pipa para abastecer escolas; infraestrutura de banheiros e cozinhas; e estrutura de saneamento básico, especificamente da rede de esgoto, nas escolas. Sobre os banheiros, devem ser repassadas informações sobre a existência ou não de equipamentos exclusivos para professores, alunos e/ou com divisões por gênero. Também foi requerida documentação técnica sobre estudo de potabilidade e controle sanitário da água. 

LEGISLAÇÃO 

De acordo com o artigo 4º da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), a Lei nº 9394/1996, é dever do poder público garantir padrões mínimos de qualidade de ensino, “definidos como a variedade e quantidade mínimas, por aluno, de insumos indispensáveis ao desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem”. A lei define ainda que o atendimento ao estudante deve incluir, em todas as etapas da educação básica, por meio de programas suplementares, material didático-escolar, transporte, alimentação e assistência à saúde. 

Além disso, a Resolução nº 15/2021 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) estabelece a destinação anual de recursos financeiros do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) para suplementar os equipamentos com melhorias em sua infraestrutura física e pedagógica. Nesse sentido, para o MP Estadual, o fornecimento de água em condições adequadas para o consumo humano e esgotamento sanitários são fundamentais para garantir o adequado funcionamento das escolas públicas e o acesso à educação enquanto direito fundamental. 
Fonte: MPCE

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar