Com gritos de “Giordana, Giordana, Giordana”, prefeita de Nova Russas é lançada oficialmente pré-candidata à reeleição
Com gritos de “Giordana, Giordana, Giordana”, prefeita de Nova Russas é lançada oficialmente pré-candidata à reeleição
Primeira-Dama e Vice-prefeita de Coreaú são denunciadas pelo Ministério Público Eleitoral por corrupção eleitoral e associação criminosa
Primeira-Dama e Vice-prefeita de Coreaú são denunciadas pelo Ministério Público Eleitoral por corrupção eleitoral e associação criminosa
Deputada Gabriella Aguiar: A Promessa de Renovação na Política de Fortaleza
Deputada Gabriella Aguiar: A Promessa de Renovação na Política de Fortaleza
Leilão realizado pela prefeitura de Pedra Branca acontecerá no próximo dia 19 de julho
Leilão realizado pela prefeitura de Pedra Branca acontecerá no próximo dia 19 de julho
Ministério Público amplia fiscalização dos postos de saúde de Tauá
Ministério Público amplia fiscalização dos postos de saúde de Tauá
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
previous arrow
next arrow
Cidades Notícias

Prefeito de Moraújo deixa município com uma dívida de mais de 10 milhões em precatórios

Moraújo está enfrentando uma crise financeira sem precedentes, devido a uma dívida acumulada de R$ 10.138.034,16 referente a créditos de precatórios do exercício de 2023, resultado do não cumprimento das obrigações perante o regime especial de pagamentos.

Agora, o Tribunal de Justiça determinou que o município de Moraújo comprove o pagamento da dívida em um prazo de 10 dias ou preste informações detalhadas ao Ministério Público pelo cadastro no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse do Governo Federal (SICONV), uma ferramenta essencial para a transparência e gestão das transferências de recursos federais.

Além disso, o Desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes determinou a retenção dos mais de R$ 10 milhões para assegurar o pagamento dos valores devidos desde fevereiro de 2017 até julho de 2023, bem como das parcelas de agosto a dezembro de 2023. A decisão também implica que Moraújo não poderá contrair empréstimos externos ou internos e ficará impedido de receber transferências voluntárias, o que afetará gravemente setores essenciais como saúde, educação e o pagamento dos servidores municipais.

Diante desses fatos, a irresponsabilidade administrativa do prefeito Carlos Áquila deixa Moraújo diante de um grande desafio: com uma arrecadação mensal de aproximadamente R$ 4 milhões, como será possível o município pagar uma dívida de mais R$ 10 milhões?

A situação financeira do município está em um ponto crítico, praticamente sem recursos para serviços básicos, como adquirir uma simples dipirona e honrar os compromissos financeiros com seus funcionários. A população moraujense espera uma resposta rápida e eficaz das autoridades locais para solucionar esta crise e garantir o bem-estar da população.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar