TETO passará a atuar no Ceará se for premiada pela Fundação Banco do Brasil
TETO passará a atuar no Ceará se for premiada pela Fundação Banco do Brasil
Justiça condena ex-prefeita de Boa Viagem a mais de 4 anos de detenção por ultrapassar os limites de gastos com folha de pagamento
Justiça condena ex-prefeita de Boa Viagem a mais de 4 anos de detenção por ultrapassar os limites de gastos com folha de pagamento
Município de Icó fica entre as 30 cidades com possibilidade de consumo bilionário em 2024
Município de Icó fica entre as 30 cidades com possibilidade de consumo bilionário em 2024
Prefeitura de Canindé fortalece parceria com Zoológico São Francisco para ampliar Rede de Proteção Animal
Prefeitura de Canindé fortalece parceria com Zoológico São Francisco para ampliar Rede de Proteção Animal
Prefeitura de Quixadá inicia pavimentação da Rua Basílio Emiliano Pinto, na tarde desta segunda (10)
Prefeitura de Quixadá inicia pavimentação da Rua Basílio Emiliano Pinto, na tarde desta segunda (10)
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
previous arrow
next arrow
Notícias

Relator da reforma política desiste do “mandato tampão”

O relatório da reforma política será votado pela Comissão Especial na próxima terça-feira, mas o relator, deputado Marcelo Castro, já fez alterações no texto apresentado no último dia 12. Não há mais mandato-tampão para vereadores e prefeitos eleitos em 2016 que, ao contrário, ganharão um mandato de seis anos para possibilitar eleições gerais em 2022. A cláusula de desempenho, inicialmente prevista para 3% dos votos nacionais, foi reduzida para 2% dos votos nacionais e 1% em um terço dos estados, mantendo a necessidade de, no mínimo, um representante eleito para que os partidos tenham acesso ao fundo partidário e ao tempo de televisão.

Integrante da Comissão de Matérias Infraconstitucionais da Reforma Política, o deputado Domingos Neto considerou as modificações apresentadas pelo relator como necessárias para “facilitar a aprovação do texto”. Na opinião de Domingos Neto, o “mandato tampão prejudicava  os candidatos municipais – vereadores e prefeitos  que são a base na pirâmide da democracia”. Também para os senadores, o relator propôs mudança, passando o mandato para 10 anos, que no texto apresentado dia 12 era reduzido para cinco anos. Marcelo Castro adotou para os suplentes de senador a mesma proposta aprovada na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, que prevê apenas um suplente e veda a candidatura de parentes até o segundo grau ou cônjuge para o mesmo cargo.

Conforme explicou Domingos Neto, em 2016 seria a última reeleição para prefeito com os eleitos cumprindo mandato de 06 anos. Em 2018, a última reeleição para governadores. Se o relatório for aprovado, na comissão e no plenário, e também no senado, as eleições gerais serão realizadas em 2022. Domingos Neto, que é líder do PROS, informou que está trabalhando para garantir nas matérias infraconstitucionais tratamento diferenciado para as mulheres e os jovens que, a seu juízo, estão “sub-representados nos parlamentos”.

O parlamentar considerou um avanço a mudança para apresentação de projetos de iniciativa  popular que tem o número de subscrições reduzido de para 500 mil eleitores distribuídos em no mínimo um terço dos estados. Atualmente é de 1% do eleitorado, ou cerca de 1,5 milhões.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar