PT de Ipu anuncia apoio à pré-candidatura de Milena Damasceno à prefeitura do município
PT de Ipu anuncia apoio à pré-candidatura de Milena Damasceno à prefeitura do município
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Tauá e Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Tauá e Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas
Cartões do Ceará Sem Fome serão entregues em Quixadá nesta sexta-feira (16)
Cartões do Ceará Sem Fome serão entregues em Quixadá nesta sexta-feira (16)
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas na rede
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas na rede
Carnaval Infantil vai animar a Praça da Estação em Quixadá
Carnaval Infantil vai animar a Praça da Estação em Quixadá
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
previous arrow
next arrow
Notícias

Modelo de Gestão para saneamento Rural é apresentado em Parambu

Os Secretários Municipais,  se reuniram nessa quinta feira, 31 de janeiro, com representares do Sistema Integrado de Saneamento Rural – SISAR, para conhecerem e discutirem o modelo de gestão para abastecimento d água rural, através de adutoras.

A reunião aconteceu no Centro de Referencia de Assistência Social – CRAS do Bairro Vila Nova e contou com presenças dos secretários: Carlos Miguel – agricultura e pecuária; Paulo Siqueira – Meio Ambiente e Recursos Hídricos,  Antão Roques – Infra Estrutura e Neile Torquato –Trabalho e Assistência Social.
Também estiveram presentes, Wandenberg Costa e Ageu Siqueira pela câmara municipal, representantes do escritório local da CAGECE e o gerente estadual de saneamento rural da CAGECE Helder Cortez.
Ao longo do encontro, o gerente estadual de saneamento rural CAGECE, Helder Cortez, fez a apresentação do modelo de gestão SISAR como solução de problemas de gestão de abastecimento d água rural, ou seja, através de sistemas de adutora construídas no interior. Segundo o mesmo, o SISAR é uma organização não governamental, formada pelas associações das comunidades que estão na mesma bacia hidrográfica e surgiu como alternativa de gestão para garantir a continuidade e a qualidade dos sistemas de abastecimento de água. Disse ainda que neste modelo, os governos do estado e do município participam na implantação da infra estrutura, depois passando a administração para as associações comunitárias que fazem a gerencia compartilhada com o SISAR.
Helder Cortez explicou que o modelo SISAR é uma alternativa para acabar com os problemas de má gestão e sucateamento das adutoras, pois, as associações filiadas contam com manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos, treinamento de operadores, confecção e emissão das contas de água, procedimentos de cortes por inadimplência,  fortalecimento e integração das associações, realização de ações de educação sanitária e ambiental, repasse de informações operacionais à CAGECE, além do tratamento e do controle da qualidade da água.
Segundo o mesmo, todos esses serviços são oferecidos pelo SISAR às associações filiadas e o atendimento, em caso de falhas em equipamentos, é em até vinte e quatro horas após a comunicação. Para cobrir os custos do serviço, é gerada uma fatura mensal para cada usuário que paga conforme a quantidade de água consumida. Também nesta mesma fatura há um valor destinado a associação responsável pela gerencia do sistema.
Helder Cortez disse ainda que todas as associações com suas respectivas adutoras que já aderiram ao sistema SISAR têm avaliado a gestão bastante positiva e que os indicadores anuais provam que o modelo de gestão tem sido eficiente.
Após a apresentação, os secretários fizeram questionamentos e tiraram duvidas, ficando como demanda e sugestão para a municipalidade fazer um levantamento dos sistemas de adutoras, avaliar os problemas e os gastos que são feitos para a gerencia das mesmas, para uma posterior indicação ao modelo de gestão SISAR.
Ainda na mesma reunião, foi levantado o questionamento sobre abastecimento de água na sede do município por meio da CAGECE, quando os presentes demonstraram preocupação pela falta das chuvas e redução do volume hídrico do açude Parambu. Sobre o assunto, Helder Cortez disse que é necessário se pensar de forma conjunta, CAGECE, Município e sociedade, para a tomada de medidas emergenciais de racionamento e em caso de ausência de chuvas, até a “reativação dos antigos poços Amazônia 1 e 2 no rio puiu.”

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar