TETO passará a atuar no Ceará se for premiada pela Fundação Banco do Brasil
TETO passará a atuar no Ceará se for premiada pela Fundação Banco do Brasil
Justiça condena ex-prefeita de Boa Viagem a mais de 4 anos de detenção por ultrapassar os limites de gastos com folha de pagamento
Justiça condena ex-prefeita de Boa Viagem a mais de 4 anos de detenção por ultrapassar os limites de gastos com folha de pagamento
Município de Icó fica entre as 30 cidades com possibilidade de consumo bilionário em 2024
Município de Icó fica entre as 30 cidades com possibilidade de consumo bilionário em 2024
Prefeitura de Canindé fortalece parceria com Zoológico São Francisco para ampliar Rede de Proteção Animal
Prefeitura de Canindé fortalece parceria com Zoológico São Francisco para ampliar Rede de Proteção Animal
Prefeitura de Quixadá inicia pavimentação da Rua Basílio Emiliano Pinto, na tarde desta segunda (10)
Prefeitura de Quixadá inicia pavimentação da Rua Basílio Emiliano Pinto, na tarde desta segunda (10)
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
previous arrow
next arrow
Educação Notícias

UNICEF promove encontro em Fortaleza sobre impactos do racismo no desenvolvimento infantil

Numa parceria com Instituto Promundo, a iniciativa irá capacitar profissionais de educação, saúde e assistência social para o enfrentamento do racismo na infância

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com o Instituto Promundo, realiza, nesta segunda-feira (26), a oficina Primeira Infância Antirracista (PIA). A formação será destinada a profissionais da secretaria municipal de Fortaleza previamente inscritos e acontecerána Academia do Professor Darcy Ribeiro, das 8h30 às 17h30, com um primeiro momento de seminário seguido pela oficina. 

O objetivo é chamar a atenção sobre os impactos do racismo no desenvolvimento infantil e promover práticas antirracistas nos diferentes serviços de atendimento às gestantes, crianças negras e indígenas de até 6 anos e suas famílias. A capacitação vai contar com a participação de profissionais da área da Educação, Saúde, Assistência Social, além de lideranças sociais e adolescentes, com a expectativa de contribuir para a garantia de um atendimento qualificado e humanizado, que leve em consideração as especificidades étnico-raciais das crianças e suas famílias, apoiando pais, mães e cuidadores.

A oficial de Primeira Infância do UNICEF, Maíra Souza, destaca que o racismo estigmatiza e hierarquiza as diferenças entre as crianças e isso impacta diferentes dimensões do desenvolvimento infantil, como a construção da autoestima, a capacidade de sociabilização, a autoconfiança e a saúde física e mental. “Para garantir o pleno desenvolvimento de cada criança em sua potencialidade, o racismo estrutural e institucional precisa ser enfrentado por toda a sociedade em um pacto coletivo, reconhecendo o problema e implementando práticas antirracistas. O antirracismo é uma postura e um conjunto de ações que devem estar presentes em todas as estruturas da sociedade, um dever de todos nós”, explica.

Como parte dos conteúdos disponibilizados pela iniciativa, foi produzida uma coleção de cadernos formativos destinados a profissionais sobre educação infantil, assistência social e saúde no contexto de infâncias negras, assim como sobre atendimento qualificado às crianças indígenas, além de uma websérie com sete vídeos sobre parentalidade antirracista com influenciadores e especialistas. Todo o conteúdo está disponível no site do UNICEF e pode ser baixado gratuitamente. 

Impactos do racismo na primeira infância 

Em diferentes áreas, indicadores confirmam a desigualdade racial na garantia de direitos nos primeiros anos de vida. A proporção de bebês pretos e pardos que nascem de mães que não tiveram pelo menos sete consultas de pré-natal é de 30%; para bebês brancos, 18%. Em relação às crianças indígenas, por sua vez, a taxa de mortalidade infantil (até 1 ano) é o dobro da taxa de mortalidade infantil média brasileira – 23,4 por 1 mil e 11,9 por 1 mil, respectivamente (Fonte: SIM/Datasus, 2021).

As desigualdades se repetem no acesso à educação. Em 2019, mais de 330 mil crianças entre quatro e cinco anos estavam fora da escola de acordo com o estudo “Desigualdades na garantia do direito à pré-escola”, lançado pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, com apoio do UNICEF e UNDIME, em 2022, e a probabilidade de crianças pretas, pardas e indígenas estarem nesse grupo era 25% maior do que crianças brancas. 

O desafio de um atendimento que considere o perfil étnicoracial se evidencia também na assistência social. Como exemplo, quase 70% das crianças de 0 a 4 anos que estão cadastradas no CadÚnico são negras. (Fonte: Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação/MDS e IBGE, estimativa referente a março 2023) Diante desse cenário, o fortalecimento de práticas antirracistas nos serviços essenciais para a ser crucial. 

#AgendaCidadeUNICEF

O PIA integra a iniciativa #AgendaCidadeUNICEF, realizada em parceria com as prefeituras municipais, para promover oportunidades e contribuir para a prevenção de violências contra crianças e adolescentes em territórios vulneráveis dos centros urbanos. Além de Fortaleza, nesta edição, também acontece em Belém, Recife, Manaus, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís e São Paulo.

Sobre a Primeira Infância Antirracista (PIA)  

A estratégia PIA ─ Primeira Infância Antirracista, iniciativa do UNICEF Brasil em parceria com o Instituto Promundo, oferece materiais informativos e indutores de práticas antirracistas nos diferentes serviços de atendimento às gestantes, crianças negras e indígenas até 6 anos de idade, além de suas famílias. Para a iniciativa, o UNICEF conta com a parceria estratégica da Porticus e o apoio da NIVEA.   

Sobre o UNICEF

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos. Acompanhe nossas ações em www.unicef.org.br e no FacebookTwitterInstagramYouTubeLinkedIn e TikTok


Agenda:

Seminário e Oficina Primeira Infância Antirracista

Local: Academia do Professor Darcy Ribeiro

Endereço: Rua Dona Leopoldina, 907,  Centro

Horário: 8h30 às 17h30

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar