PT de Ipu anuncia apoio à pré-candidatura de Milena Damasceno à prefeitura do município
PT de Ipu anuncia apoio à pré-candidatura de Milena Damasceno à prefeitura do município
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Tauá e Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Tauá e Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas
Cartões do Ceará Sem Fome serão entregues em Quixadá nesta sexta-feira (16)
Cartões do Ceará Sem Fome serão entregues em Quixadá nesta sexta-feira (16)
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas na rede
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas na rede
Carnaval Infantil vai animar a Praça da Estação em Quixadá
Carnaval Infantil vai animar a Praça da Estação em Quixadá
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
previous arrow
next arrow
Notícias

Dirigente afirma ter pagado a seleção brasileira de futebol para convocar atleta de seu clube

Presidente do Sport diz que pagou para ter atleta do clube na Seleção

luciano bivar sport (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)Bivar diz que pagou pela convocação de Leomar
(Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)
O presidente do Sport, Luciano Bivar, abriu uma polêmica sobre um suposto esquema para a convocação de jogadores para a seleção brasileira. Segundo o mandatário rubro-negro, durante a sua primeira passagem pela presidência do clube, em 2001, ele teria pago uma comissão para que o volante Leomar fosse convocado para defender o Brasil na Copa das Confederações.
As declarações de Bivar vieram à tona quando ele tentou justificar a decisão de efetivar Marcos Amaral como diretor remunerado de futebol do Sport em vez de contratar um executivo para o cargo. Bivar criticou a atuação de profissionais do futebol e citou o caso de Leomar como exemplo.
– Você precisa ter cuidado com executivos de futebol, porque muitos chegam ao clube para realizar negócios e não para ajudar o clube. Nós até já utilizamos esse tipo de expediente. Empurramos o Leomar na Seleção. Pagamos uma comissão para ele jogar na seleção brasileira.
Apesar de confirmar que pagou para que seu atleta defendesse a Seleção, Luciano Bivar evitou falar se o dinheiro teria sido encaminhado para Émerson Leão, que à época comandava o Brasil, ou se teria pago para a Confederação Brasileira de Futebol, que era comandada por Ricardo Teixeira.
leomar brasil x camaroes (Foto: Getty Images)Leomar foi convocado por Leão, que acumulou
passagens como jogador e técnico pelo Sport
(Foto: Getty Images)
– Pagamos para ele jogar na Seleção, foi isso – limitou-se a falar o dirigente.
– O Sport contratou um lobista para vender a imagem de Leomar e defender a Seleção – disse.
Bivar não revelou, contudo, o nome do lobista ao qual teria pago. Segundo o dirigente, é comum técnicos do Brasil serem alvo de lobby.
– Todo mundo faz isso. Se falarem com o (Luiz Felipe) Scolari hoje, ele vai falar que recebe ligações de empresários de jogadores do Catar, de toda a parte, mandam scout ou vídeo. O futebol brasileiro só vive em cima. O nome desse lobista é indiferente, e eticamente eu não poderia revelar o nome dele, se é que eu me lembro. Esse lobby existe todo dia – disse.
Leão contesta dirigente
Emerson Leão no Moisés Lucarelli (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)Leão contesta declarações de Luciano Bivar
(Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)
Ao tomar conhecimento das declarações do presidente do Sport, Emerson Leão afirmou que não recebeu nenhuma gratificação para convocar Leomar e pediu para que o caso fosse investigado.
– Primeiro lugar, eu não tenho nada para esconder. Depois, eu fico muito perplexo que um homem respeitado no Recife, que chegou a ser candidato à presidência da República venha a público falar isso. Agora, uma pessoa que dá uma declaração como essa deve ser investigada pelo Conselho do Esporte e pela polícia. Caso isso se confirme, deve ser preso. Tanto quem pagou, como quem recebeu.
– O presidente da CBF não permitiu convocar jogadores do exterior e dos clubes grandes. O único lobby que existiu para convocação de Leomar foi o ano que ele fez jogando futebol como volante quando fui treinador do Sport na época. Como não podia contar com volantes das grandes equipes e do exterior foi dada a chance de convocação a eles. Nada mais do que isso. Não tinha lobby.
Antônio Lopes cobra nome de quem recebeu a propina
Antônio Lopes (Foto: VIPCOMM)Antônio Lopes era o coordenador da Seleção em
2001 (Foto: VIPCOMM)
As declarações de Luciano Bivar também irritaram Antônio Lopes, que em 2001 ocupava o cargo de coordenador de seleções da CBF. Chateado com a repercussão das acusações do dirigente rubro-negro, Lopes disse que o mandatário leonino deveria ter a coragem de revelar quem recebeu a comissão para que Leomar fosse convocado.
– Até me assustei, porque em muitos anos de carreira, ninguém teve a petulância de falar nada desse tipo contra a minha pessoa. Todo mundo me conhece e sabe que eu nunca admitiria nada do tipo. O presidente do Sport deveria ter coragem e revelar para quem ele deu dinheiro. Precisa falar quem recebeu essa propina. Como coordenador, não permitiria isso. Se o camarada oferecesse isso, eu daria voz de prisão – disse, Antônio Lopes, lembrando os tempos em que era delegado.
Procurado pela reportagem do GLOBOESPORTE.COM, Rodrigo Paiva disse que a CBF não iria se pronunciar já que não foi citada no caso.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar