TETO passará a atuar no Ceará se for premiada pela Fundação Banco do Brasil
TETO passará a atuar no Ceará se for premiada pela Fundação Banco do Brasil
Justiça condena ex-prefeita de Boa Viagem a mais de 4 anos de detenção por ultrapassar os limites de gastos com folha de pagamento
Justiça condena ex-prefeita de Boa Viagem a mais de 4 anos de detenção por ultrapassar os limites de gastos com folha de pagamento
Município de Icó fica entre as 30 cidades com possibilidade de consumo bilionário em 2024
Município de Icó fica entre as 30 cidades com possibilidade de consumo bilionário em 2024
Prefeitura de Canindé fortalece parceria com Zoológico São Francisco para ampliar Rede de Proteção Animal
Prefeitura de Canindé fortalece parceria com Zoológico São Francisco para ampliar Rede de Proteção Animal
Prefeitura de Quixadá inicia pavimentação da Rua Basílio Emiliano Pinto, na tarde desta segunda (10)
Prefeitura de Quixadá inicia pavimentação da Rua Basílio Emiliano Pinto, na tarde desta segunda (10)
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
previous arrow
next arrow
Notícias

Diretoria da UVC nega e justiça obriga a mostrar lista de associados

A disputa pela Presidência da União dos Vereadores do Ceará (UVC) ganha um novo capítulo. A Justiça determinou, por meio de uma liminar concedida pela juíza da 24ª Vara da Comarca de Fortaleza, Lira Ramos de Oliveira, que os atuais dirigentes da entidade apresentem a lista de Câmaras Municipais filiadas à entidade que podem participar da escolha do novo presidente da instituição.
As eleições para renovação do comando da UVC estavam marcadas para o dia 22, mas foram suspensas a pedido do vereador Audic Mota, que se sentiu prejudicado porque teve negado acesso às informações sobre os membros da entidade.
‘’A atual diretoria da UCV quer impedir a participação de uma chapa de oposição. É uma manobra que fere a democracia. A eleição anterior, realizada para dar mais um mandato ao atual presidente (Deuzinho Filho), foi manchada pelo impedimento da participação de um adversário, tendo candidatura única. Isso é antidemocrático’’, expôs Audic Mota, ao cobrar transparência dos dirigentes da entidade.
A União dos Vereadores do Ceará foi notificada, nesta segunda-feira, da decisão da Justiça que suspende a eleição marcada para o dia 22. A notificação cobra explicações dos dirigentes sobre a omissão de informações para os vereadores que querem concorrer à direção da entidade.
De acordo com a liminar, diante das cobranças dos vereadores, ‘’deveria, portanto, haver uma manifestação pronta e imediata por parte da UVC, em atendimento ao requerimento formulado pelo autor, caracterizando a inércia da entidade como uma verdadeira demonstração de falta de compromisso com os seus associados, assim como a vontade de macular o procedimento eleitoral em benefício dos atuais membros da Diretoria que concorrerão ao pleito’’.
Vereadores eleitos para o primeiro mandato estão procurando à UVC para se filiarem, mas esbarram no argumento de dirigentes que qualquer nova filiação somente será aceita após o dia 22 de março – data anteriormente marcada para realização do pleito para escolha dos novos dirigentes. A eleição, por determinação judicial, está suspensa.
”É legítimo que os vereadores eleitos para o primeiro mandato tenham direito de escolhar os dirigentes da entidade que os congrega”, reagiu o presidente da Câmara Municipal de Apuiarés, Abidias da Lagoa (PDT), ao se sentir constrangido com a indiferença com que foi tratado na manhã desta terça-feira na sede da UVC. ”Se a casa do vereador, eu como vereador fui maltratado na minha casa”, queixou-se o vereador.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar