PT de Ipu anuncia apoio à pré-candidatura de Milena Damasceno à prefeitura do município
PT de Ipu anuncia apoio à pré-candidatura de Milena Damasceno à prefeitura do município
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Tauá e Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Tauá e Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas
Cartões do Ceará Sem Fome serão entregues em Quixadá nesta sexta-feira (16)
Cartões do Ceará Sem Fome serão entregues em Quixadá nesta sexta-feira (16)
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas na rede
Ministério Público fiscalizará prestação do serviço de energia em Arneiroz e dá prazo para Enel explicar problemas na rede
Carnaval Infantil vai animar a Praça da Estação em Quixadá
Carnaval Infantil vai animar a Praça da Estação em Quixadá
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
João Gomes abre hoje (05) a programação do Festival Quixadá Junino na Praça José de Barros
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Vereadores de Camocim participam da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
Com Dorgival Dantas, Taty Girl e Waldonys, Quermesse Itajunina promete animar Itapipoca 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
UVC participa do I Seminário Formativo das Procuradorias da Mulher do Ceará 
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
Prefeitura de Pedra Branca entrega certificados do Programa Primeiro Passo e realiza aula inaugural de mais 3 cursos
previous arrow
next arrow
Notícias

11 mulheres em média são agredidas por dia no Ceará, afirma secretaria

O Ceará tem uma média de 11 mulheres agredidas por dia, segundo a Secretaria de Segurança e Defesa Social (SSPDS). O número aumentou em 9% de janeiro a abril deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Para a secretaria, o aumento significa que as mulheres atualmente têm mais coragem para realizar a denúncia.

No Brasil, uma pesquisa aponta que três de cada quatro entrevistadas disseram que já foram agredidas. Segundo o estudo, 30% das mulheres entrevistadas pela pesquisa do Data Popular disseram ter vivido violência física ou verbal em casa. O instituto ouviu mais de duas mil pessoas entre 16 e 24 anos de todo o Brasil.

O estudo ainda mostra que mais de 60% dos homens admitem que já praticaram algum tipo de violência contra a mulher. O Espírito Santo é recordista de casos. De acordo com o mapa da violência divulgado esse ano, é o estado onde mais mulheres são assassinadas.

Outra forma comum de violência é a tentativa de controlar a vida da companheira. Mais da metade das mulheres ouvidas pelo Data Popular afirmam que já tiveram o celular vasculhado e 40% recebem ligações do parceiro querendo saber onde estavam e o que faziam.

DENÚNCIAS
Casos de violência doméstica – moral, sexual, patrimonial, física ou psicológica – podem ser denunciados na Central de Atendimento à Mulher (180), Disque Direitos Humanos Nacional (100), Disque Direitos Humanos de Fortaleza (0800 285 0880) e Polícia (190). A ligação é gratuita e o nome do denunciante é mantido sob sigilo.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar