MMA pode ser proibido na TV aberta e por assinatura

José Mentor (PT-SP) tem um projeto para proibir as transmissões deste esporte na TV aberta e por assinatura por considerá-lo muito violento

Um dos esportes que mais tem crescido pelo Brasil é o MMA, sigla em inglês para Artes Marciais Mistas. Esse crescimento se deve principalmente a dois fatores, a criação do evento chamado Ultimate Fight Championship (UFC) e as suas transmissões milionárias pela televisão.

Alguns especialistas no assunto já consideram o esporte como o número dois do Brasil, perdendo apenas para o futebol.

O autor do projeto, deputado José Mentor, do PT paulista, afirma que o MMA estimula a violência, em nada se assemelhando a esporte. Para ele, as lutas olímpicas pregam a autodefesa, enquanto o MMA enfatiza a agressão.

“Alguém que vai praticar esgrima, para ganhar uma luta, não tem que furar o adversário para sair vencedor. Então, o MMA é a primeira coisa que ele não é esporte porque ele é agressão. Os golpes são violentos, socos, cotoveladas, pontapés no rosto, na cabeça, sucessivamente. Um lutador está grogue e continua apanhando, sangra. Enfim, uma violência descomunal. E também não é arte marcial, porque arte marcial tem uma filosofia, de disciplina, de autocontrole, de não agressão”.

Punição

Segundo o projeto, a emissora que transmitir programa em horário diverso do autorizado ou sem aviso de sua classificação deverá pagar multa de 20 a 100 salários de referência. Essa multa será duplicada em caso de reincidência. Além disso, a autoridade judiciária poderá determinar a suspensão da programação da emissora por até dois dias.

Não concordando com a iniciativa do deputado, alguns defensores do esporte reagiram nas redes sociais:

– Não é outra coisa senão o Estado se metendo na liberdade de escolha do cidadão adulto e conscientes. Chega, basta, dessa tutela cretina do Estado sobre a vida dos cidadãos. É isto que dá o gigantismo estatual: cidadãos cada vez menores, esmagados, e tratados como débeis mentais. O propositor da “lei” não tem o que fazer e fica inventando pelo em casca de ovo. Isso não passa de CENSURA, CENSURA E apenas CENSURA. (Marcos Vasconcelos)

– Duvido que este deputado comunista esteja se importando com a violência, pois poucas coisas matam mais do que o desarmamento civil que o partido dele defende. Acho que o que ele quer mesmo é dar continuidade ao projeto de criar uma geração de afeminados incapazes de resistir à implantação do comunismo. (Nelson Castro)

– Estamos na Coréia do Norte, Cuba ou Brasil???? Chega a dar ânsia de vômito ver esse tipo de coisa!!!! É, no mínimo, estúpido achar que a violência é causada por uma luta na TV!!! (Gleidson Caetano)

Últimas Notícias

Secretário de Agricultura realiza...

Na manhã deste sábado...


Deputado Genecias defende redução do...

A maioria dos 22 deputados...


Prefeita Rosário Ximenes anuncia que...

A Prefeitura de Canindé,...