Adutora que levará água de General Sampaio para Canindé passa por recuperação

Com seus três açudes Sousa, São Matheus e Escuridão em estado crítico, a cidade de Canindé vai ser socorrida pelas águas do vizinho município de General Sampaio para evitar o colapso no abastecimento hídrico. 54 quilômetros de extensão da adutora instalada no trecho que vai de General Sampaio ao Município de Canindé já recebem revisão de técnico da Companhia de Gerenciamento e Recursos Hídricos do Ceará – COGERH e Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Canindé – SAAE.

Recentemente a Prefeita de Canindé Rozário Ximenes, acompanhou os trabalhos de recuperação do trecho. Ela agradeceu o apoio dado por João Jaime, Deputado Estadual, e do Governador Camilo Santana.
Elogiou ainda o comando da Companhia de Gerenciamento e Recursos Hídricos (COGERH).

Na visita a estação de São Domingos, a Gestora estava acompanhada do Presidente do SAAE, Chiquinho e, de Elias Teixeira, Engenheiro Ambiental da Autarquia.

O serviço vai fazer revisão nos 54 km de extensão da tubulação, onde estão sendo feitas reposição de tubos de aço e polietileno.

Rozário Ximenes frisa que esta é apenas a recuperação, mas a ADUTORA Permanente já estaria sendo licitada. ‘’É um compromisso do Governador Camilo Santana em atender as necessidades hídricas de Canindé’’, frisou a Prefeita.

“Esperamos e rezamos por um bom inverno. Mas, caso não venha como necessitamos, teremos essa segurança vinda do açude de General Sampaio”, concluiu.

De acordo com os técnicos responsáveis pela tubulação, os canos possuem seis metros de diâmetro e levarão água da barragem de General Sampaio, com vazão inicial de 400 milímetros, e chegarão a Estação de Tratamento do Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE com 300 milímetros.

Ao todo serão 31.978 canos de aço e polietileno que servirão à população no modo de engate rápido.

A remontagem começou em novembro deste ano. Por uma estrada carroçável é possível acompanhar as tubulações da adutora emergencial, que levará água de General Sampaio até Canindé.

Os tubos de aço são do tipo “Corten”, de alta resistência, com uma proteção de borracha para não enferrujar, estão instalados na sua maior parte sobre o chão. Quando necessário, serão modificados por canos de plástico com as mesmas espessuras. Seis caixas com capacidade para 30 mil litros foram construídas ao longo do trecho, que começa na localidade de Saquinho, seguindo por Pedras Pretas I e II e Ramalhete, em General Sampaio; Água Boa, em Paramoti; Angelim, Batoque e São Domingos, em Caridade; que servirão de reservatórios para os moradores da linha de transmissão da água, até o destino final, a cidade de Canindé.

As ferramentas utilizadas para montagem dos três motores com capacidade para 200 cavalos cada, na plataforma com potencial de 200 toneladas, vieram de São Paulo e já se encontram instaladas na área das casas de bombas às margens do açude. Faltam apenas entrar em funcionamento.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Canindé

Últimas Notícias

13 anos de Peteca: Sessão solene na AL...

Atendendo ao requerimento da...


Domingos Filho reúne base política em...

Saindo um pouco do que de...


Eleitos os melhores prefeitos do Ceará...

Escolhidos há pouco, em...


Governo do Estado anula Eleição da...

A eleição para escolha da...