Lula esquece Ciro e cita Haddad, Boulos e Manuela em plano ‘B’ seu e do PT no pleito de 2018

Possível ‘plano B’ do PT, Haddad é citado por Lula em discurso antes de sua prisão, esquece Ciro e faz com que seu irmão, Cid Gomes, comece a cobrar coerência na união dos partidos de oposição

Na abertura de seu discurso em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, no sábado, 07, o ex-presidente Lula saudou as candidaturas à Presidência de Manuela D’Avila (PCdoB) e Guilherme Boulos (PSOL). Ao mencionar Fernando Haddad (PT), que é tido como o possível plano B do partido na eleição de 2018, Lula foi sucinto e só citou sua passagem como ministro da Educação. Em nenhum momento citou Ciro Gomes (PDT), pré-candidato a presidente e que espera o apoio do ex-presidente Lula, no caso deste não poder vir a sair candidato no pleito de outubro próximo.

Boulos foi o primeiro político presente ao palco a ser saudado por Lula, que o abraçou e comparou a trajetória do líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) à sua:

— Boulos tem 35 anos. Eu tinha 33 quando fiz minha primeira greve. Você tem futuro, meu irmão — afirmou Lula.

Na sequência, Lula chamou Manuela e, enquanto a abraçava, a citou como um exemplo de “gente nova que está disposta a enfrentar a negação da política”.

Apresentado após os cumprimentos a ex-presidente Dilma, Haddad ficou pouco tempo ao lado de Lula, na frente do palco.

— Foi o ministro que viveu o maior período de investimento na Educação no nosso país.

Mesmo após a prisão de Lula, o PT segue reafirmando que ele será o candidato do partido à Presidência. A condenação em segunda instância, porém, o torna inelegível.

Uma ala do PT defende que Haddad assuma a candidatura a candidatura no lugar de Lula, diante de um impedimento. Ele, no entanto, enfrenta muita resistência dentro da sigla.

Nos últimos meses, Haddad foi um dos principais interlocutores de Lula e presença constante em reuniões do instituto do ex-presidente.

CID E O PDT

Irmão do presidenciável Ciro Gomes, Cid, usou das redes sociais na manhã de hoje, 09, em que poucas palavras, em tom de cobrança, pede que haja coerência e o PT não divida a oposição para que venha a prejudicar a esquerda hoje no país e acabe criando um possível segundo turno disputado por 2 reacionários (hostil à democracia, antidemocrático).

“O Lula e o PT devem ter o tempo necessário para refletir sobre o que será melhor para eles nesta eleição presidencial…

Isto deve ser respeitado!

No entanto, não posso deixar de me preocupar, e manifestar esta preocupação, com a possibilidade de que divididos, nós estejamos ensejando a possibilidade de que o 2o. turno seja disputado por dois candidatos conservadores, digo melhor, reacionários…”

Últimas Notícias

Educação em Tauá emite comunicado...

Em comunicado emitido ontem,...


Após 40 dias internado, 27 deles na...

Na luta contra a Covid-19,...


Hospital de Campanha vai começar a ser...

Na manhã de hoje, 26, o...