EUA lançam dezenas de mísseis contra a Síria em resposta a ataque

Mísseis Tomahawk foram disparados de navios americanos e teriam atingido aviões e pistas em base aérea perto de Homs. Disparos aconteceram após EUA prometerem resposta a ataque com armas químicas.

Os ataques aconteceram por volta das 21h40 de quinta-feira (hora de Brasília), 4h40 na hora local da Síria. O porta-voz do Pentágono Jeff Davis disse que os mísseis foram lançados dos destróieres USS Porter e USS Ross contra “aeronaves, abrigos de aviões, áreas de armazenamento de combustível, logística e munição, sistema de defesa aérea e radares”.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), de oposição à Assad, informou que a base síria bombardeada pelos Estados Unidos foi “quase” totalmente destruída e que quatro soldados morreram no ataque. Já o Exército sírio informou que seis pessoas, mas não informaram se as vítimas são civis ou militares.

O presidente Donald Trump, que participou nesta quinta de um jantar com o presidente chinês Xi Jinping na Flórida, confirmou a ordem. Ele diz que Assad usou um agente nervoso mortal para matar muitas pessoas. “Esta noite eu dei ordem para um ataque militar na base militar na Síria de onde o ataque químico foi lançado”.

O Conselheiro nacional de segurança H. R. McMaster disse que Trump recebeu três opções de como reagir contra o ataque sírio e disse aos conselheiros para focar em duas delas. Nesta quinta ele decidiu qual seria a ação.

Trump fez ainda um apelo a outros países após o ataque. “Esta noite chamo todas as nações civilizadas para buscar um fim à matança e ao banho de sangue na Síria”. Segundo o presidente, “é de vital interesse da segurança nacional dos Estados Unidos prevenir e deter o uso de armas químicas mortais”.

VEJA A ÍNTEGRA DA FALA DE TRUMP
O presidente disse também que não há dúvidas de que o governo sírio usou armas químicas, “violando as suas obrigações em relação à convenção de armas químicas e ignorando o Conselho de Segurança da ONU” e que anos de tentativas prévias de modificar o comportamento de Assad falharam.

fonte: G1.com

Últimas Notícias

Iniciada a votação popular e por...

Foi iniciado no último dia...


Prefeita Laís Nunes assina Ordem de...

A prefeita Laís Nunes...


Câmara de Orós aprova contas do...

A Câmara Municipal de...