Ceará e Fortaleza decidem o título do cearense de 2015

Fortaleza e Ceará começam a decidir o Estadual hoje no Castelão com preparações distintas

O momento esperado por leoninos e alvinegros finalmente chegou: a decisão do Campeonato Cearense. Leão e Vovô iniciam hoje, às 16 horas, com a primeira de duas partidas no Castelão, a disputa pelo título tão cobiçado por motivos distintos.

Enquanto o Alvinegro quer conquistar seu segundo pentacampeonato estadual, o Tricolor luta para evitar a sequência do rival e claro, retomar a hegemonia do Estado, fatores que acirram ainda mais a rivalidade entre os dois.

Embora o clima seja de decisão, como não poderia deixar de ser, o ambiente que circunda Pici e Porangabuçu é diferente para a primeira partida.

Enquanto o Leão vem se preparando para o confronto desde o dia 17 de abril, quando eliminou o River/PI pela Copa do Brasil, o Ceará divide suas atenções com a decisão da Copa do Nordeste.

O Alvinegro atuou na última quarta-feira, quando bateu o Bahia em Salvador por 1 a 0 e ainda terá o 2ª jogo da decisão regional no meio de semana, ante do segundo Clássico-Rei, marcado para o dia 3 de maio.

Com preparações tão distintas, perguntas são inevitáveis. No Leão, pesará mais a preparação exclusiva para as finais – com seu elenco mais descansado – ou o time sentirá a falta de ritmo de jogo?

Já no Ceará, seus jogadores podem sentir hoje a maior sequência de jogos ou entrará em campo no embalo de duas decisões?

Para os alvinegros, o segunda opção é a mais provável, como analisa o vice-presidente Robinson de Castro. “O Fortaleza está mais descansado, treinando para nos enfrentar, pode ter em tese uma vantagem por isso, mas por estarmos em duas finais, o time do Ceará está, como se diz na gíria, pilhado, energizado, em ritmo de decisão. Vamos ver o que prevalece”, disse ele. Já o técnico leonino, Marcelo Chamusca, não viu com bons olhos o período de dez dias de inatividade de seu time.

“Parar por mais de uma semana, eu nunca vejo como benefício, pois perdemos ritmo de jogo. Uma semana é suficiente para você recuperar, treinar e jogar. A gente tem que respeitar a situação do calendário, recuperar os jogadores na condição que tem e depois fazer uma semana boa de treino para partir bem para os dois jogos”, disse o técnico.

EQUILÍBRIO
Teorias à parte, uma vitória hoje para qualquer um deles, seria um passo para o título.

Para o Ceará, seria alargar a vantagem que já tem, por jogar por dois resultados iguais, devido ter melhor campanha geral. Para o Leão, é trazer a vantagem para si, e jogar por um empate no jogo de volta.

Para Marcelo Chamusca, mais do que uma vantagem, o objetivo é manter o equilíbrio nos dois jogos.

“A gente tem que montar uma estratégia que seja efetiva nos 180 minutos. Não adianta fazer um grande primeiro jogo e não ter equilíbrio e performance no segundo. Pelo regulamento, você precisa ter regularidade e, principalmente, eficiência nos 180 minutos. Sabendo do grau de dificuldade pela qualidade e organização do nosso adversário, mas apostando em fazer um grande jogo”, disse ele.

Já o técnico do Vovô, Silas, confia no equilíbrio que seu time vem mostrando nos últimos jogos. “Nossa equipe vem numa crescente de resultados e mais do que isso, de atuação. Temos um sistema de jogo definido e os jogadores estão assimilando isso. O importante nesta decisão é jogar as duas partidas com equilíbrio e inteligência”.

DESFALQUES
Enquanto o Leão não terá dois titulares importantes, o Vovô não terá três peças para o decorrer do jogo.

No Fortaleza, o zagueiro Lima e o volante Vinícius Hess, estão suspensos, entrando Genilson e Auremir em seus respectivos lugares, enquanto no Vovô, o meia Wescley, suspenso, além do zagueiro Sandro e o atacante William, lesionados, desfalcam a equipe.

Como se tratam de opções para o decorrer do jogo, o técnico Silas Pereira tem tudo para manter a equipe que venceu o Bahia na quarta-feira, mantendo Marinho no time titular.

Contrastando com os jogadores suspensos que perdeu, Marcelo Chamusca poderá utilizar dois atletas importantes no time titular, que se recuperaram de lesão recentemente: o volante Correa e o meia-atacante Daniel Sobralense.

Últimas Notícias