Ceará deve receber 1,7 milhão de doses no primeiro semestre de 2021

O governador Camilo Santana esteve em Brasília, na manhã desta quarta-feira (16), acompanhado do secretário-chefe da Casa Civil, Chagas Vieira, para participar do lançamento do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, do Governo Federal.

O chefe do Executivo cearense afirmou que o estado deve receber 1,7 milhão de doses ainda no primeiro semestre de 2021 para imunizar as pessoas do grupo de risco, além dos profissionais de saúde, idosos e pessoas com comorbidades.

Indígenas, professores, trabalhadores das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade também fazem parte dos grupos prioritários, que serão vacinados por etapas. A meta mínima do Governo do Ceará é vacinar 95% dos grupos prioritários, num total de aproximadamente 1,79 milhão de pessoas.

No Brasil, cada pessoa vai receber a vacinação em duas etapas, com intervalo de 14 dias entre as aplicações. Somente para a vacinação prioritária vão ser necessárias 108,3 milhões de doses, já contando com 5% de perdas. Os grupos prioritários contam com 50 milhões de pessoas. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, garantiu que todos os brasileiros serão vacinados.

Camilo Santana recomendou que o Governo Federal possa disponibilizar a vacinação o quanto antes. Para uma campanha de vacinação tão grande, é preciso que haja um reforço na aquisição de insumos e na logística para evitar entraves. Camilo Santana ressaltou que o Governo do Ceará já está se organizando para não ter problemas com relação a isso.

Últimas Notícias

Mulher perde quase R$6 mil em golpe...

Uma idosa de 69 anos foi...


Governo do Ceará orienta municípios...

O Governo do Ceará, por...


Governador sanciona lei que apoia...

A lei que institui o...