Prefeitura de Acarape compra indiscriminadamente guarda chuvas e deixa faltar medicamentos e material de expediente, denuncia vereador

Durante a sessão plenária de terça-feira, 26, um acalorado debate  tomou de conta da Câmara Municipal de Acarape. 

O vereador Pedro Henrique Alcino apresentou varias notas de pagamento de diversas secretarias da prefeitura municipal, onde um dos itens adquiridos pelas secretarias de saúde, educação e Assistência Social chamaram atenção. A compra indiscriminada de “guarda chuvas” com valores que variam de R$ 1,80 até R$ 17,00 reais a unidade.

“Tem varias reclamações de falta de remédios para pacientes com doenças crônicas e escassez de material de expediente nas escolas municipais, mas dinheiro público pra compra de dezenas de guarda chuva tem”, lamentou o vereador Pedro Henrique Alcino para com a falta de prioridade na aquisição de material de consumo por essas secretarias.

O mais inusitado foi o parlamentar fazer uso de um guarda chuva durante seu pronunciamento na Câmara Municipal. “Faço isso em forma de repúdio à tanta displicência na aplicação dos já minguados dinheiro público. Precisamos fiscalizar de perto cada centavo usado dos fundos federais, geridos pela prefeitura”, alertou o vereador.

A prefeitura não se pronunciou oficialmente sobre o assunto.

Últimas Notícias