Escolas públicas no Ceará apresentam redução histórica na taxa de abandono escolar

A rede pública estadual de ensino do Ceará apresentou redução histórica do abandono escolar em uma década. A taxa em 2007 alcançou os 16,4%, baixando para 6,6% no ano passado.

Os dados foram divulgados pelo governador Camilo Santana, durante solenidade no Palácio da Abolição, na terça-feira (3). Acompanharam o chefe do Executivo a vice-governadora Izolda Cela, o secretário da Educação, Idilvan Alencar, além de estudantes e educadores.

Durante apresentação dos resultados na rede pública de 2017, Camilo Santana destacou que 105 escolas de municípios cearenses apresentaram abandono zero. Destas, 89 são Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs), 15 de Ensino Regular e uma indígena. As escolas com mais de mil alunos matriculados apresentaram até 2% de abandono ao longo do ano letivo abordado.

O governador afirmou que a redução dos índices é resultado dos investimentos realizados pelo Governo do Ceará em programas e planejamentos sólidos para um ensino público de qualidade.

O chefe do Executivo detalhou que as Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral têm sido ferramenta de grande importância para que os alunos não desistam das aulas. No Ceará, das 720 escolas da rede pública estadual, 228 ofertam a jornada prolongada (111 de Ensino Regular e 117 de Educação Profissional).

O secretário da Educação, Idilvan Alencar, destaca que alunos como Kauely e José reforçam a necessidade do Estado nunca descansar até que todos os jovens cearenses tenham acesso à educação de qualidade e o suporte necessário para concluir os estudos no ensino público.

O governador Camilo Santana listou uma série de políticas públicas realizadas com intensidade em 2017 como fatores responsáveis pelo combate ao abandono escolar. Foram elas: o esforço diário dos professores, servidores e gestores; o Projeto Professor Diretor de Turma; o fortalecimento da Atuação do Coordenador Escolar; o mapeamento da infrequência dos alunos pela Sala de Situação; os boletins analíticos bimestrais por monitoramento da infrequência elaborados pela COAVE; o acompanhamento de alunos em situação de abandono pela superintendência escolar; a criação do programa #ChegueiEnsinoMédio; o fortalecimento das competências socioemocionais dos estudantes e ações estratégicas do Programa Jovem de Futuro.

Em 2018, o Governo do Ceará tem como metas principais, dentro do plano de diminuição do abandono, a qualificação do Projeto Diretor de Turma, o maior foco na atuação do coordenador escolar e a criação do Programa Nenhum a Menos, que será divulgado com detalhes na próxima quinta-feira (5), na sede da Secretaria da Educação (Seduc).

Para a vice-governadora Izolda Cela, é preciso cada vez mais superar os resultados apresentados na Educação, com uma gestão e lideranças políticas conscientes e dedicadas a investir na área.

Últimas Notícias

Prefeitura de Caucaia repara sistema e...

A Prefeitura de Caucaia,...


Edital de Convocação do concurso...

  Prefeitura Municipal...


Prefeito de Caucaia assina contrato de...

O prefeito Naumi Amorim...


Programa Saia do Muro em Tauá

Jovens de vinte municípios...