Naumi discute avanço do mar, financiamento e aumento de verba para a saúde de Caucaia

O prefeito Naumi Amorim cumpriu agenda em Brasília nesta terça-feira (6/3). Acompanhado do secretário municipal de Saúde, Moacir Soares, ele discutiu temas importantes para Caucaia com o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, o deputado federal Domingos Neto e o ex-presidente do Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM), Domingos Filho.

Naumi colocou em pauta a necessidade de conter o avanço do mar no Icaraí, a aprovação no Parlamento do financiamento de US$ 80 milhões junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) para Caucaia e que deputados e senadores ajudem a rever para o município a verba hoje destinada pelo Governo Federal aos serviços médicos de Média e Alta Complexidade, o chamado Teto MAC.

A atualização dos valores é essencial para potencializar os serviços da Atenção Especializada no município. “Fizemos diversos investimentos na Saúde. Reformamos a Urgência e a Emergência do Hospital Municipal, ampliamos o número de leitos, adquirimos ambulâncias e contratamos médicos. Além disso, autorizamos a reforma de vários postos de saúde e ampliamos serviços. Apesar de termos feito muito, queremos fazer ainda mais”, destacou Naumi.

Moacir Soares explica que o estudo realizado pela SMS comprova a necessidade de ampliação das verbas destinada à Caucaia. “Atualmente, o teto financeiro do município de Caucaia em relação aos atendimentos de Média e Alta Complexidade é de cerca de R$ 930 mil mensais. Nosso relatório comprova que esse valor deve ser ampliado em cerca de R$ 5 milhões mensais.”

No Ceará, Caucaia é a cidade que recebe menos repasse per capita MAC do Governo Federal. São apenas R$ 59 por habitante. A média estadual é mais do que o triplo: R$ 198 por pessoa. Há caso de município com 65% menos população recebendo R$ 5 milhões por mês. Ou seja: quase seis vezes mais.

Conforme Moacir Soares, por ser município Sede da 2a Região de Saúde, Caucaia atende à população de dez cidades vizinhas. “Caucaia estava com uma saúde completamente sucateada. Até o maior equipamento (o Hospital Municipal Abelardo Gadelha da Rocha) tinha leitos fechados. Então, muita coisa nós estamos começando do zero e correndo atrás do prejuízo. Mas acreditamos que a população vai ver que os serviços vão melhorar”, finaliza o secretário municipal de saúde.

EDUCAÇÃO PERMANENTE
Além da audiência com o senador Eunício Oliveira, o prefeito Naumi Amorim foi recebido no Ministério da Saúde. Ele esteve na Secretaria de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde, onde debateu com o coordenador-geral, Gilberto Alves Laranjeira, um projeto de educação permanente para Caucaia.

O município receberá missão do Ministério em abril para tratar do assunto.

Últimas Notícias