Com Eunício na vice, Alckmin acelera corrida eleitoral para presidente com apoio do PMDB

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), vem articulando sua inscrição de candidato do PSDB à presidência da república em 2018. O tucano derrotado ao Palácio do Planalto em 2006, vem buscando garantir sua vaga nas eleições do ano que vem. Essa disputa silenciosa passou a influenciar também no pleito cearense, onde o presidente do Senado, senador Eunício Oliveira, vem sendo cotado para ser o seu vice-presidente na chapa tucana.

Alckmin ganhou mais espaço após o presidente interino do PSDB, Tasso Jereissati, anunciar que, até dezembro, será escolhido o nome do partido para a candidatura à Presidência. Esse calendário favorece Alckmin, pois Doria teria de se lançar presidenciável com menos de um ano como prefeito.

Eunício em conversa de bastidores com aliados disse ter sido procurado por membros da executiva do PSDB e não descarta a possibilidade de sair candidato a vice-presidente na chapa encabeçada pelo tucano.

“Fortalece o nosso estado e o Nordeste, mas é cedo para dizer que, com isso, seremos beneficiados em 2018”, respondeu Genecias Noronha, um dos que participou ao lado de Aníbal Gomes de um rápido encontro com o senador Eunício, quando este mencionou sobre a composição de uma chapa com o PSDB na disputa nacional.

Últimas Notícias

Educação em Tauá emite comunicado...

Em comunicado emitido ontem,...


Após 40 dias internado, 27 deles na...

Na luta contra a Covid-19,...


Hospital de Campanha vai começar a ser...

Na manhã de hoje, 26, o...