“É um retrocesso pra sociedade”, diz Deputada Aderlânia sobre projeto de restruturação do judiciário no Ceará

Tramita na Assembleia Legislativa projeto de reestruturação do judiciário no estado do Ceará. Se aprovado, causará o referido projeto retrocesso no acesso à justiça pelo cidadão cearense.

“Não podemos concordar com uma matéria que tira das pessoas o seu direito de buscar a proteção do poder judiciário, de forma acessível. Acabar com comarcas no interior do estado significa distanciar das pessoas a garantia de ter direitos assegurados, principalmente em situações onde se faz necessário buscar o sistema judiciário, sendo, mais uma vez, prejudicados os municípios de pequeno porte, que passariam a depender de comarcas de cidades maiores”, disse Aderlânia Noronha.

A deputada finalizou de que a sociedade e autoridades precisam evoluir no atendimento ao cidadão, não regredir como pretende esse projeto.

“Apoiamos a manifestação da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, Ceará, que através do seu presidente, Advogado Marcelo Mota e sua diretoria, protesta contra a aprovação dessa matéria”, falou a deputada.

Últimas Notícias

Educação em Tauá emite comunicado...

Em comunicado emitido ontem,...


Após 40 dias internado, 27 deles na...

Na luta contra a Covid-19,...


Hospital de Campanha vai começar a ser...

Na manhã de hoje, 26, o...