Secretaria da Saúde do estado realiza primeira oficina em saúde vocal para professores

Rouquidão constante, dor ou ardência na garganta, falta de ar ou cansaço ao falar, dificuldade para ser entendido, entre outras alterações são alguns dos principais sintomas de alerta para o distúrbio vocal relacionado ao trabalho.

Para entender melhor como preveni-lo e compreender a importância da saúde vocal, o Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), está com inscrições abertas para a Oficina de Saúde Vocal, que vai ocorrer entre 22 de agosto e 17 de outubro.

As inscrições podem ser feitas exclusivamente pela internet, no site da Sesa. A oficina tem 20 vagas e será realizada em encontros semanais, às terças-feiras, das 14 horas às 16h30min, com total de 20 horas. A oficina será na sede da Secretaria e terá como orientadora a fonoaudióloga do Cerest, Socorro Távora.

O Distúrbio Vocal Relacionado ao Trabalho é qualquer forma de desvio vocal diretamente relacionado ao uso da voz durante a atividade profissional que diminua, comprometa ou impeça a atuação ou comunicação do trabalhador, podendo ou não haver alteração orgânica da laringe.

Os sintomas mais frequentes são cansaço ao falar, rouquidão, garganta e/ ou boca seca, esforço ao falar, falhas na voz, perda de voz, pigarro, instabilidade ou tremor na voz, ardor na garganta ou dor ao falar, voz mais grossa, falta de volume e projeção vocal, perda na eficiência vocal, pouca resistência ao falar, dor ou tensão cervical.

Entre os professores brasileiros, 66,7% afirmam ter sofrido de rouquidão em algum momento da carreira profissional. Mais de 57% de profissionais de outras áreas já fizeram a mesma referência.

O desenvolvimento do Distúrbio Vocal Relacionado ao Trabalho é multicausal e está associado a diversos fatores, que podem desencadear ou agravar o quadro de alteração vocal de forma direta ou indireta, podendo haver interação destes nos ambientes de trabalho. São originados na relação entre fatores orgânicos, ocupacionais, comportamentais e de estilo de vida.

Interessados podem obter mais informações com o Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador, pelo telefone (85) 3101-5342.

Últimas Notícias

Projetos de Érika Amorim sobre...

Começaram a tramitar, nesta...


Relacionado pela primeira vez, Wesley...

Atacante é novidade no...


Em visita à nova ala do Leonardo Da...

O governador do Ceará,...