Deputado Domingos Neto e ministro Kassab prestigiam encerramento do Chitão de Caucaia ao lado do prefeito Naumi Amorim

Acabou o primeiro e maior chitão da história de Caucaia. Depois de seis dias de festa, apresentações de 35 quadrilhas juninas, dois festivais, sete shows de forró e uma multidão animada do começo ao fim, é hora de se despedir.

“A festa mal acabou e a gente já está com saudade. Mas se esse ano foi bom ano que vem vai ser maior e melhor. Porque nós vamos atrás de parcerias para isso acontecer, assim como foi neste ano. A gente não faz nada sozinho. Sempre precisa dos amigos. E esse Chitão só aconteceu porque nós tivemos a ajuda de amigos no Governo do Estado, na Fequajuce, na Assembleia Legislativa e na Câmara de Deputados”, avaliou o prefeito Naumi Amorim no encerramento.

Ele comemorou o fato de mesmo reunindo mais de 40 mil pessoas o Chitão ter sido tranquilo e marcado por um clima familiar. O aparato de segurança montado para a festa registrou apenas duas ocorrências em seis dias, uma delas no entorno do antigo CSU (onde aconteceram os festejos). “Foi a apenas a primeira edição e já somos considerados um dos melhores festivais do Ceará! Reconhecer e resgatar a cultura é nossa obrigação”, acrescentou Naumi.

Além do apoio maciço da população, o evento foi prestigiado por dezenas de lideranças de Caucaia, deputados federais e estaduais cearenses e de outros estados do Nordeste, além de vereadores. Tanto parlamentares municipais alinhados com o Governo quanto de fora da base foram à festa todos os dias.

“Foi um grande evento. Ver tanta gente reunida prova que investir em cultura, prefeito Naumi, investir nas nossas raízes, valorizar nossa cultura, tudo isso é investir no desenvolvimento do povo”, reforçou o deputado federal Domingos Neto.

No seu último dia, ontem, o Chitão recebeu a visita do ministro Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia, Inovações e Telecomunicações). Ele assistiu a apresentações de quadrilhas e elogiou a estrutura do evento. “Caucaia merece um grande prefeito. E você, Naumi, se mostra grande com um evento desta magnitude. Mostra que é importante investir em cultura. Tenho certeza de que essa será uma das grandes festas do Nordeste. Caucaia em breve será referência em investimento”, declarou Kassab.

O reconhecimento partiu também de quem coloriu o festejo. Em nome dos 13 grupos juninos de Caucaia que se apresentaram no Chitão, as quadrilhas Cumade Zú e Santa Teresinha homenagearam o prefeito Naumi Amorim. “Já no primeiro ano, o Chitão é, com certeza, um dos maiores do Ceará. A estrutura foi excelente. A gente fala porque sabe da precarieade dos festivais por aí”, frisou um dos coordenadores da Santa Teresinha, a campeã do Festival Municipal 2017, Jonatan Chaves.

Vice-presidente da Federação de Quadrilhas Juninas do Ceará (Fequajuce), Márcio Martins enalteceu o resgate da cultura popular feito pela Prefeitura com o Chitão. “Caucaia tem uma tradição junina forte. Tinha mais de 30 quadrilhas e muitas deixaram de se apresentar porque foram esquecidas por gestões anteriores. Agora isso começa a ser retomado. E já vem com uma estrutura enorme. A gente pode dizer sem medo de errar que o Chitão de Caucaia já é uma das maiores festas do Ceará. E agora pertence ao povo”.

img_6224 img_6226

Últimas Notícias

Projetos de Érika Amorim sobre...

Começaram a tramitar, nesta...


Relacionado pela primeira vez, Wesley...

Atacante é novidade no...


Em visita à nova ala do Leonardo Da...

O governador do Ceará,...