Prefeitura de Camocim oferece Estágio Profissionalizante para Alunos de Escola Técnica

Estudantes do Curso de Enfermagem da Escola Estadual de Educação Profissional Monsenhor Expedito da Silveira de Sousa, estão sendo contemplados em uma parceria com a Prefeitura de Camocim, através da Secretaria de Saúde, para estágio curricular em Unidades de Pronto Atendimento, CAPS e no Hospital Murilo Aguiar, assimilando um conhecimento presencial e técnico encontrado nas dependências e instalações da Rede Pública de Saúde da Cidade.

Os alunos são acompanhados por profissionais da sala de aula, tendo assim, um monitoramento técnico-científico no aperfeiçoamento de seus conhecimentos dentro da área da Enfermagem, visando aprimoramento não apenas pedagógico, mas cultural e social. O objetivo é oferecer aos futuros profissionais o aperfeiçoamento das competências desenvolvidas em seu curso técnico em sala de aula através da prática.

Há nove anos na cidade, a EEEP Monsenhor Expedito da Silveira de Sousa, oferece aos jovens o Ensino Médio, integrado ao curso técnico, dentre os cursos de destaque está o Curso de Enfermagem. Segundo, o Diretor-Fundador, Paulo Fontenele, uma das vantagens do curso são os estágios: “A parceria que se tem na cidade é muito boa. Esse vínculo formalizado com a administração municipal e mantido através do apoio da Prefeita Monica, onde ela dispõe, através da Secretaria de Saúde, todos os equipamentos de saúde do município, por meio dos CAPSs e as Unidades Básicas de Saúde, e também o Hospital Deputado Murilo Aguiar”, argumenta.

Os alunos, Talisson Pinto e Lorena Veras, estagiários, enfatizam a importância do acesso à prática nos espaços da Saúde do município. Talisson elogia: “Ressalto a relação entre a Escola, a Prefeitura e a Secretaria de Saúde ao disponibilizar os nossos campos de estágio”. A oportunidade de estar exercendo seus conhecimentos dentro do município sem precisar sair da cidade para outro lugar, foi destacada pela estagiária Lorena Veras: “Se não fosse pela Administração do Município, nós não poderíamos estar aqui. Gerando assim mais custos financeiros, onde muita gente não tem essas condições, impossibilitando nosso acesso ao aprendizado e ao mercado de trabalho”, ressaltou.

Ainda esse ano, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24H) irá ceder seu espaço para o exercício da prática do Curso aos alunos.

Últimas Notícias