Governador Camilo exige que deixem celulares desligados na recepção do palácio da Abolição em reuniões em seu gabinete

O governador Camilo Santana ordenou há algum tempo que em caso de “visitas” em seu gabinete ao receber lideranças e políticos de que estes deixem aparelhos eletrônicos e celulares desligado na recepção do gabinete.

As informações partem de parlamentares da base aliada, que nos repassou tal informação.

“Para chegar a conversar com o governador, tem que deixar o celular na recepção e desligado”, disse parlamentar da base do governo Camilo, alegando que o governador possa está evitando conversas gravadas que possam comprometer sua conduta entre o seu governo e os parlamentares, isso vem valendo para todos que vem a se encontrar com o chefe do executivo estadual no palácio da Abolição.

Tal medida vem a ser de maior cautela depois de informações de que poderia o grupo político de Camilo Santana ter sido delatado em atos de corrupção, o que veio a se confirmar na última semana, com a delação dos irmãos Joesley e Wesley da JBS, que afirmam ter repassado a nível de doação de caixa 2 mais de 20 milhões de reais para o ex-governador Cid Gomes que o tinha como principal apoiador.

Últimas Notícias

Educação em Tauá emite comunicado...

Em comunicado emitido ontem,...


Após 40 dias internado, 27 deles na...

Na luta contra a Covid-19,...


Hospital de Campanha vai começar a ser...

Na manhã de hoje, 26, o...