Deputada demonstra sua indignação para com a ‘indústria das multas’ na capital cearense

Os condutores devem trafegar com atenção, quando forem passar pelos novos fotossensores de trânsito instalados em Fortaleza.

A finalidade dos novos radares em Fortaleza deveriam de identificar veículos com queixa de roubo, com denúncia de que foram usados em crimes ou com placas clonadas. Além disso, os equipamentos estão autuando quem trafega usando aparelhos eletrônicos. Em alguns casos, invadindo a intimidade do condutor e de passageiros, que não deveria de ser usado.

A deputada Aderlânia Noronha usou a tribuna da Assembleia na manhã desta quarta-feira, 17, que a expansão da fiscalização por vídeo-monitoramento tem demonstrado eficiência, mas lamenta pela forma que vem sendo utilizado, colaborando para com o aumento de roubos e assaltos nas principais vias da capital.

“O cidadão de bem, vítima de roubos e assaltos que ficam impunes por falta de ação dos nossos governantes, tem sido notificado de infrações de trânsito em tempo recorde. Nosso desejo seria ver tamanho investimento e resultado em ações que levassem serviços públicos de saúde, segurança e tantos outros com a mesma eficácia. É inaceitável tanto investimento para beneficiar a indústria da multa, enquanto o investimento em campanhas educativas visando tornar nossos condutores mais preparados para estar no trânsito é irrelevante”, falou a deputada.

 

Últimas Notícias

Érika Amorim apoia isolamento social...

A deputada Érika Amorim...


UPAs estaduais iniciam tratamento com...

“Bem melhor de respirar....


FUNASA implanta projeto piloto de...

O Governo Federal, por meio...