Tauaense Viviane Sucuri supera Letourneau por pontos e estreia no UFC com vitória

Em resultado polêmico, cearense bate atleta do Canadá por decisão dividida

Viviane “Sucuri” Pereira entrou no octógono diante de Valerie Letourneau, uma adversária mais experiente e que já disputou o cinturão do peso-palha do Ultimate, como franco-atiradora. A missão era complicada, porém, a brasileira derrotou a canadense em uma polêmica decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28) após três rounds.

A vitória em sua estreia no Ultimate, contra a nona colocada do ranking da divisão, deixa Viviane Sucuri em alta na organização. Valerie Letourneau amarga o terceiro revés consecutivo – não vence desde que bateu Maryna Moroz, em agosto de 2015.

A luta

A diferença de altura entre Viviane Sucuri e Valerie Letourneau ficou clara nos primeiros movimentos da luta. A canadense, bem mais alta, experimentou alguns chutes na brasileira que, quando tentou encurtar, não obteve sucesso. A anfitriã mapeou o tempo da adversária e, ao receber um chute, segurou a perna e derrubou Sucuri. Por cima, Letourneau golpeou o rosto da rival. Na raça, Viviane Sucuri conseguiu se levantar e ambas ficaram trocando pegadas na grade, clinchadas até o fim do primeiro round.

No segundo round, Valerie Letourneau media a distância com o jab para se manter em um ponto seguro, fora do alcance de Viviane Sucuri. Quando a brasileira ameaçava a aproximação, Letourneau aplicava um chute para rechaçá-la. A pouco mais de um minuto para o fim, Sucuri conseguiu uma bela queda, ficou por cima da canadense, mas permitiu que ela se levantasse sem passar sufoco.

A bravura de Viviane Sucuri era notória, assim como sua dificuldade em encurtar a distância – a brasileira não parecia pertencer a mesma divisão da canadense. A cearense ainda conseguiu acertar o rosto da rival, porém, em lances esporádicos, sem uma sequência capaz de colocar Letourneau em apuros. A 40 segundos do fim, Sucuri acertou um bom cruzado na oponente e foi para o clinche – este foi o seu melhor round no confronto. Sem grande sucesso, porém, partiu para a trocação franca até o cronômetro zerar.

Fonte: g1.com

Últimas Notícias

Educação em Tauá emite comunicado...

Em comunicado emitido ontem,...


Após 40 dias internado, 27 deles na...

Na luta contra a Covid-19,...


Hospital de Campanha vai começar a ser...

Na manhã de hoje, 26, o...