Araripe escolhe novo prefeito após cassação

O último ano do mandato 2013-2016 da Prefeitura de Araripe, na Região do Cariri, será praticamente o único do petista Giovane Guedes. Ele foi escolhido ontem novo prefeito da cidade após eleições suplementares, autorizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em outubro. Guedes toma posse no próximo dia 16.

O novo gestor assume o comando no lugar do prefeito em exercício, Damião Rodrigues de Alencar (PSD), seu rival nas eleições suplementares. Damião era presidente da Câmara e esteve à frente da Prefeitura por nove meses, desde a cassação do ex-prefeito Germano Correa (PSD) e seu vice Guilherme Lopes de Alencar. Eles foram acusados de contratar servidores temporários em período proibido.

“Demos início ao processo porque monitoramos a contratação dos funcionários dele. Na eleição passada de 2012, perdemos por 46 votos só”, explica o agora prefeito eleito Giovane, que tem intenções de tentar a reeleição em 2016.

Ontem, ele conseguiu mais de 7614 votos,o equivalente a 72,82% dos votos válidos, contra 2.842 votos da coligação adversária, um percentual de 27,18% dos votos válidos. A fim de fiscalizar o processo, líderes do PR, que se coligou ao PT no município, Roberto Pessoa e Gorete Pereira, acompanharam as eleições em Araripe.

O Juiz Eleitoral da 68ª Zona Eleitoral, Marcelo Wolney de Alencar, informou que tanto o breve período de campanha, que totalizou 45 dias até o dia da eleição, quanto à própria eleição, transcorreram com tranquilidade, não sendo identificado nenhum tipo de irregularidade, crime eleitoral ou qualquer ato que atrapalhasse o processo eleitoral.

Três equipes da Polícia Federal e 35 homens da Polícia militar foram destacados aos locais de votação, 64 ao todo. Uma carreata pelo centro da cidade fechou o dia de pleito. (Amaury Alencar, especial para O POVO)

 

Fonte: O Povo

Últimas Notícias

CAUCAIA/ELEIÇÕES 2020: Naumi leva...

À frente da coligação...


Pesquisa aponta que 61,4% da...

Com quase um mês que se...


Novo decreto proíbe eventos em locais...

O Decreto Estadual que entra...


MP Eleitoral requer regulação de...

Nesta sexta-feira (23), o...