Tauá é escolhido para ser piloto em projeto de prevenção e cuidados da diabetes

Na última segunda-feira 18, o assessor especial da Prefeitura de Tauá, Moacir Soares representou a Prefeita Patrícia Aguiar em reunião na Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (SESA), com o objetivo de discutir um projeto para e Diabetes/Hipertensos a ser apoiado pela WDF – World Diabetes Foundation. O projeto investirá U$ 250 mil no Ceará por um período de três anos em apenas dois municípios selecionados: Tauá e Fortaleza.

Na capital Fortaleza, será implantado e desenvolvido em uma Regional a ser selecionada mediante a ampliação da cobertura de Postos de Saúde da Família (PSF),  a atual cobertura da capital é de apenas 40%.

De acordo com Moacir Soares, o município de Tauá foi selecionado por ter diversas características positivas como: 100% de cobertura de PSF (25 Equipes) completas, o único com os Agentes Comunitários de Saúde já qualificados na etapa I e II do curso técnico; está desenvolvendo o Projeto de Planificação da Saúde, além de ter iniciado um trabalho de rastreamento de risco nas equipes de PSF; estar em processo de organização dos serviços da atenção básica com foco no Diabetes/Hipertensos e também em processo de criação de um Núcleo de Referência em Hipertensão e Diabetes na Policlínica Dr. Frutuoso Gomes de Freitas.

Para o assessor especial “esse cenário posicionou Tauá em condição de destaque para tornar-se piloto de mais um projeto de enorme significado para a saúde da população”.

WDF – World Diabetes Foundation – Fundação com sede na Dinamarca e mundialmente respeitada, que financia mais de 300 projetos nesse campo em mais de 100 países no mundo,  apoia e desenvolve a prevenção e o tratamento do diabetes através de capacitação profissional e investimentos em aquisição de equipamentos básicos e avançados para melhor diagnóstico e tratamento dessa patologia.

O QUE É A DIABETES
A diabetes é uma doença crônica não contagiosa que cresce exponencialmente no mundo. Atualmente são 387 milhões de pessoas acometidas por essa doença. E 77% desses são em pessoas de países de baixa renda. E este número deve subir para 592 milhões em 2035 segundo (IDF Diabetes Atlas).

O Brasil é o 4º no mundo com o maior número de diabéticos. São 14 milhões de pessoas afetadas pela doença e representa a 4ª causa de morte no ranking nacional.  Sendo que quase 20% da população acima dos 65 anos tem diabetes. E um estudo da Sociedade Brasileira de Diabetes revelou que 34% das pessoas diagnosticadas não sabem se sofrem de diabetes tipo 1 ou 2.

São muitos os fatores determinantes que contribuem para o desenvolvimento da doença, dentre eles: DIETA INADEQUADA (alimentação rica em carbo-hidrato, gorduras e doces), VIDA SEDENTÁRIA, OBESIDADE, FALTA DE INFORMAÇÃO  etc.

Por isso que requer uma política de saúde firme para que se reduzam os números de mutilados, as cegueiras, os AVCs dentre outros vários problemas decorrentes e provocados por essa terrível doença, que apesar de não ser contagiosa é danosa à saúde e a qualidade de vida do humano.

PARTICIPANTES DA REUNIÃO:
•    SESA – Secretaria de Saúde do Estado: Lilian Amorin, Vera coelho, Virgínea Justa e Carmem Cemires.
•    WDF – World Diabetes Fundation: Bent Lautroup-Nielsen
•    CONASS – Conselho Nacional dos Secretários de Estado da Saúde: Maria José Evangelista
•    OPAS – Pan American Health Organization: Zohra Abaakouk e Dr. Lenildo de Moura
•    CIDH – Centro Integrado de Diabete e Hipertensão: Adriana Forti
•    Diretora da sociedade Cearense de Cardiologia: Ana Lúcia Sá Leitão
•    Prefeitura de Tauá – Moacir Soares

Fonte: www.taua.ce.gov.br

Últimas Notícias

Falamansa lança single e clipe...

A Falamansa lança o single...


Obra de Cinema em Canindé recebe...

Nas décadas de 1970 e 1980,...


Cartel em postos de combustíveis é...

O Ministério Público do...