FATO INÉDITO – Câmara de Quixeramobim revoga título de cidadania de médico por críticas lançadas em rede social

Mais de 30 anos após médico receber título de cidadão de Quixeramobim, ele tem a honraria cassada pela Câmara Municipal por críticas em redes sociais


A Câmara Municipal de Quixeramobim revogou o título de cidadão quixeramobinense do médico Walmir Pontes após ele realizar postagens nas redes sociais contra a administração municipal e a Câmara. A sessão que votou a cassação e de proposta do vereador José Filho, o Zé do Povo, em caráter de urgência, aconteceu na quarta-feira, 13.

O título de cidadão foi concedido a Walmir Pontes em 1982, pelo então vereador Salviano Carlos. A sessão que revogou a honraria tinha 12 vereadores presentes, apenas dois deles foram contrários à proposta.

Um deles é sobrinho do médico, o vereador Rômulo Filho. Para o parlamentar, a posição do Legislativo foi um ato de censura ao médico. Walmir Pontes afirma não ter ficado chateado com a ação dos vereadores, dos quais, segundo ele, a maioria é “inteligente” e “de boa índole” mas tem “pena” pela submissão dos vereadores ao executivo.

Zé do Povo autor do projeto alegou que a postagem feita pelo médico nas redes sociais no dia 14 de abril, na qual chama o prefeito de ladrão e os vereadores de comparsas denigre a imagem do município e de seus representantes, e de que ele como cidadão não deveria de fazer acusações e a colocar dúvida sobre a honra dos vereadores e do prefeito perante a opinião pública.

Walmir pontua que tem feito críticas à gestão do prefeito Cirilo Pimenta por causa de problemas na área da saúde, da previdência, dentre outras. Ele lamenta que as críticas tenham sido “levadas para o lado pessoal”. O médico vive há 36 anos em Quixeramobim. Nas redes sociais, moradores da cidade escreveram mensagens de apoio ao médico diante do ato dos vereadores.

Últimas Notícias

Projetos de Érika Amorim sobre...

Começaram a tramitar, nesta...


Em visita à nova ala do Leonardo Da...

O governador do Ceará,...


ICÓ: Profissionais da Saúde vão...

O tomógrafo computadorizado...