Presidente da UVC e bancada federal cearense articulam mobilização contra o mandato de dois anos

Deputado federal José Airton e presidente da UVC, César Veras 

O presidente da UVC, vereador de Camocim César Veras (Pros), articula com o coordenador da bancada federal cearense, Deputado José Airton Cirilo (PT), um encontro entre os vereadores e deputados federais que representam o estado. O objetivo da reunião é organizar uma grande mobilização da classe contra a questão do “mandato tampão”, um dos itens da Reforma Política brasileira.

O encontro está previsto para os próximos dias (data divulgada em breve), e o presidente César, juntamente com os vereadores que fazem parte da UVC, se posiciona absolutamente contra o mandato de dois anos (2016 a 2018), o que considera um ato de desrespeito à classe. Vale lembrar que isso não significa que os mesmos sejam contra outras questões da reforma. César afirma que a classe dos prefeitos, representada pela APRECE, também se articula com o mesmo intuito e a ideia é que todos se reúnam no encontro.

Este ano um número considerável de vereadores viajou para Brasília no mês de abril, já em busca de mobilizações a respeito do assunto. Com a data de votação se aproximando, fez-se necessária mais essa articulação, para garantir a todos os vereadores uma melhor condição de mandato.

Parte dos vereadores que tiveram em Brasília em abril deste ano, juntamente com o presidente César Veras e o deputado federal José Airton Cirilo.

PARA ENTENDER MELHOR:
O relator da comissão especial que discute a reforma na Câmara dos Deputados, deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), apresentou o relatório da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), no qual é citado o texto sobre o fim da reeleição de presidente da República, governadores e prefeitos. A proposta estabelece ainda que os prefeitos e vereadores eleitos em 2016 terão mandato de dois anos, com o objetivo de que as eleições de 2018 coincidam.

Últimas Notícias

Falamansa lança single e clipe...

A Falamansa lança o single...


Obra de Cinema em Canindé recebe...

Nas décadas de 1970 e 1980,...


Cartel em postos de combustíveis é...

O Ministério Público do...