Ex-prefeito admite 'mensalinho' de Uruoca

O ex- prefeito de Uruoca, a 293 km de Fortaleza , Manoel Fernandes Moreira Filho, admitiu nesta terça-feira (5) em depoimento na Procadoria Geral de Justiça ter pago propina para os quatro vereadores e atual vice-prefeito que estão sendo acusados de receber propina para aprovar projetos de interesse da prefeitura.
Ele explicou para promotores que sofria pressão política dos acusados e por isso pagava o valor pedido. Além do ex-prefeito, que ainda não havia sido citado pela Justiça, também prestaram depoimento os vereadores de Meruoca Antônio Heraldo Batista Lima, Helônio Sales Gomes, Maria Aldaniza Silveira, Junior Massa e o atual prefeito Evilaques Araújo da Silva. Eles estavam foragidos após a acusação de receberem propina para aprovar projetos de lei de interesse do prefeito de Uruoca na época, Manoel Conrado.
Em depoimento, eles negaram que receberam propina. Eles alegaram que os valores arrecadados são provenientes de empréstimos pessoais e prestação de serviços.
Outros depoimentos sobre o caso estão previstos até o fim desta semana. O material colhido pela Procap será encaminhado à Promotoria de Justiça de Uruoca. Enquanto isso os vereadores continuam detidos na Delegacia de Capturas em Fortaleza.
A apuração preliminar feita pelo MP aponta que nos anos de 2009 a 2011 foram desviados cerca de R$ 12 mil, por ano, para cada vereador envolvido em Uruoca. A previsão é que o montante desviado seja superior, mas o valor real só poderá ser conhecido e provado após a prisão temporária, busca e apreensão e quebra dos sigilos bancário e fiscal dos envolvidos.

Últimas Notícias